Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogas?

Colégio Académico

Blogas?

Colégio Académico

Escaroupim - relato do 2º ano

No dia 24 de setembro, todos os alunos do Colégio foram visitar a aldeia de Escaroupim. Fomos de autocarro e no caminho vimos um rio, cavalos, vacas, patos e uma grande plantação de tomate.
Manuel

 A chegada à aldeia não era como pensávamos pois havia muitos mosquitos e abelhas. Mas apesar disso era muito divertida. A aldeia tinha casas com cães e, numa das casas havia um cão que era um Rottweiler e que, lá dentro tinha uma coisa metaliza para fechar a boca e para não morder.
Gabriela

Chegámos à aldeia e a professora Rita e a professora Marta trataram da organização dos grupos. Os alunos mais novos ficaram com os mais velhos e, em cada grupo, havia meninos de várias turmas.
Zhuo

Depois de organizarmos os grupos, os professores deram-nos papéis para começarmos a caça ao tesouro. Quando começámos a caça ao tesouro, havia uma parte que não percebemos e, por isso, fomos às outras atividades. Adorámos ver a casa museu.
Wagner

Depois da caça ao tesouro, estávamos esfomeados e fomos almoçar. Alguns de nós ficaram em penúltimo porque estavam muitas pessoas para receberem o almoço. Havia muitos cães e um deles até comeu duas sandes.
Clara

Depois do almoço, o professor Pedro e a professora Marta, estiveram a fazer-nos perguntas e a filmar-nos com o IPAD. Uma das perguntas foi: “De que cor querias que a tua sala fosse?”.
Filipa

Quando fomos brincar, estivemos a escavar pedras grandes e pequenas e também as lavámos. Depois fomos ver os cães a brincar na água. Os mais pequeninos descobriram um parque e uns andaram de baloiço, outros comeram um gelado.
Carolina

Os parabéns ao Colégio foram muito giros. Cantámos os parabéns três vezes e todos os meninos comeram um bocadinho do bolo. Quando acabámos os parabéns, a Eliane apagou as velas.
Diana

Já na camioneta, as professoras mandaram os meninos pôr os cintos e o autocarro começou a andar muito depressa. Passados uns minutos, chegámos ao Colégio e fomos ter com as mães e pais que estavam à nossa espera.
Ariana